Tuesday, September 25, 2012

Dos dias que nos apavoram, o futuro

Viver assim cansa, sem expectativas, tendo consciência que vivemos uma conjuntura política, económica e social que contraria a natura humana. Não são preocupações, simples preocupações mas antes uma preocupação atrelada a um desespero de impotência. Como contrariar algo que se impõe? As democracias andam falhas pelo planeta ... estamos a perder a visão da liberdade face à escusa da nossa participação activa neste sistema? Que loucura é esta da corrupção se alternar em governos sucessivos de incompetência e favorecimentos vários?
A palavra de ordem na mente de imensos portugueses é: emigrar. Na minha idem.
Que fazer dos sonhos, dos nossos?
Adiar ou reinventa-los longe do seu cenário?

No comments: