Wednesday, April 25, 2012

A data da liberdade e os donos do mundo




Hoje é dia 25, dia chuvoso e frio. Apesar disso e devido ao descontentamento do povo, a morte de Miguel Portas veio somar-se à revolta, dando-lhe mais força ainda. Por todo o lado, na capital e na invicta, as praças e ruas encheram-se de gente com slogans e painéis, mostrando ao governo a sua indignação. E, por todo o lado se cantam Grândola Vila Morena, Somos Livres, e todos os hinos que Abril de 74 construiu. De um povo farto de injustiças sociais, privado de direitos democráticos, cujos sonhos então construídos começa a sentir pesadelos e asfixia. Um povo temeroso do futuro mas que ainda acredita na luta pacífica e na reivindicação dos seus outrora direitos.
As injustiças vão acontecendo por todo o lado no planeta e bem o sabemos. Anders Breivik, o assassino norueguês que aniquilou a vida a 77 pessoas, jovens na sua maioria, não se conforma com o diagnóstico que lhe foi atribuído, esquizofrenia paranóide e vai, certamente, meter recurso, dizendo que é uma fabricação malévola. Certamente, a avaliar pelos dois relatórios, este extremista de direita, irá ser considerado inimputável e tratado como um doente. As minhas reservas. Este tipo de psicopatas consegue furar o sistema e fazer mais vítimas. Que o colectivo de juízes possa ser sábio nesta avaliação e atribuir uma perpétua. Noutra parte do mundo, ainda frio, o ex-primeiro ministro islandês Geir Haarde foi considerado inocente, fra(n)co sinal de saúde na justiça de um país a erguer-se
A televisão não anda lá essas coisas, decidindo colocar um documentário excelente fora do horário nobre. Aliás, madrugada adentro. O que valeu foi o feriado. E fica aqui.



Entretanto, os cientistas descobriram a"> "aproximação" linguística e até cerebral nas capacidades dos golfinhos. O mesmo já não se pode dizer dos tubarões brancos. O campeão de bodyboard, o sul africano David Lillienfeld foi atacado por um tubarão e não resistiu aos ferimentos provocados. Os animais continuam a surpreender-nos, salvando pessoas.  E as pessoas também surpreendem pela positiva. O projecto Es.Col.A voltou a recuperar o edifício de onde tinha sido expulso por grande contingente da Psp.
Um final feliz, até ver. Não muito felizes são as previsões para amanhã. a chuva continua a marcar o dia e nós cansados de frio a reclamar Verão e sol. .

No comments: