Wednesday, March 28, 2012

Das datas vencidas



Todos os dias são dias de viver.
E comemoram-se fatias do tempo,
como se esperássemos,
algures numa esquina do calendário,
mais um motivo que faça manter
em redoma a esperança, bem oleada
avessa a contra-tempos infelizes.

Esta organização em torno de um ano,
vai fazendo contagens e balanços.
E hoje é dia fatídico na agenda pessoal.
Carregado de tudo o que se constrói e nos destrói.
Mas sigo em frente, como manda o figurino.
Cruzo-me diante do espelho da alma,
Sem brilho nos olhos mas igual
E venço mais esta data, de si já vencida.



No comments: