Monday, October 27, 2008


Carta de marear

Cruzei os mares, por mim
nunca dantes navegados, em ti
no teu universo particular vi medos
senti receios infundados e básicos
imperfeições e suspeitas
e no todo realizei
que há um sonho em cada homem
impossível de ser devorado.
O sonho do amor.
foto retirada da web

No comments: